O novo disco de Harry Styles dividiu opiniões nas redes sociais e o cantor mostrou que está disposto a explicar toda a confusão que está rolando.


Alguns internautas estão acusando Harry de usar a causa LGBTQI+ para se promover e fazer marketing. Durante entrevista cedida ao The Guardian, o cantor se defendeu.

“Não é como se eu estivesse guardando uma resposta [bissexualidade], protegendo-a, segurando. Não é o caso de: ‘Não estou lhe dizendo porque não quero lhe contar’. Também não é algo do tipo: ‘Oh, isso é meu e não é seu’. É apenas… ‘Quem se importa? Faz sentido pra vocês? (…) Eu tenho uma vida privada, você só não tem que saber sobre isso”, explicou.

“Em se tratando de como quero me vestir e como será a capa do álbum, costumo tomar decisões baseado nos colaboradores que escolho. Quero que as coisas pareçam de uma certa maneira. Não para me fazer parecer gay ou hétero ou bi, mas porque acho legal. No momento em que você se sente mais confortável consigo mesmo, tudo isso fica mais fácil”, esclareceu.

“Fazendo esse disco, às vezes em que eu estava feliz de verdade foram as mais felizes da minha vida, mas as vezes em que estava para baixo foram as mais tristes também”, finalizou.

PopMais